05 de junho de 2019

São Paulo, 05 de junho de 2019
por Vanessa Moraes

Ao ver o ensaio aberto do Jorge, do trabalho que já vi no palco, me ajudou a ligar os pontos da mitologia pessoal dentro do processo de pesquisa da Taanteatro. 
Algumas peças se encaixaram. 
Ao mesmo tempo, me pergunto como trabalhar com a minha mitologia e mandala de forma que sejam vivas dentro da minha cena e ao mesmo tempo não sejam só minhas.
Como construir uma mitologia que atravesse a mitologia do público? Como me fazer cipó que se enrola nos pés de quem se arrisca a entrar para ver e puxa para dentro? 
Não quero convidar a entrar. Quero entrar sem bater e criar nós.

Vanessa Moraes

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

NuTAAN 2016

Núcleo Taanteatro de Formação, Pesquisa e Criação.

Ocupação Taanteatro

A Ocupação Taanteatro no Teatro de Arena Eugênio Kusnet é destinada à apresentação da produção artística da Taanteatro Companhia e da criação autoral de selecionados colaboradores nacionais e internacionais.

[des]colonizações

O Projeto [des]colonizações sinaliza um novo rumo nas pesquisas coreográficas continuadas da Taanteatro Companhia: a aplicação de estudos pós-coloniais ao campo da dança contemporânea. Nesse blog você encontrará informações sobre os objetivos e etapas do projeto. Bem Vindo!

WordPress.com em Português (Brasil)

As últimas notícias do WordPress.com e da comunidade WordPress

Crie um novo site no WordPress.com
Comece agora
%d blogueiros gostam disto: